domingo, 20 de janeiro de 2008

20 de Janeiro

Acabei no início desta semana a terceira dose de quimioterapia que correu bem e vim para casa à espera dos efeitos colaterais. Na terça feira dia 15 fiz ainda uma punção lombar terapêutica sem anestesia geral que, digo-vos, não achei grande graça. Na sexta-feira medi o meu estado clínico: 97000 plaquetas, 9 de hemoglobina e 2200 neutrófilos. Não percebo nada disto mas os meus pais disseram-me para estar descansada porque são coisas boas. Ainda bem. Mas os médicos que sabem que isto muda muito rapidamente nesta fase mandaram-me segunda-feira dia 21 fazer nova análise de sangue. São muito cuidadosos e apesar de eu não ter febre (por enquanto) não abrandam a vigilância.

Se tudo correr bem ainda tenho nesta fase dos tratamentos mais duas doses de quimioterapia pela frente antes de isto abrandar (do princípio ao fim do processo são mais ou menos 5 semanas para sessão).

Cada dia que estou em casa é um ganho e se puder passar parte deste isolamento com a minha família que bom que era. Curiosamente o cabelo começou a crescer quando eu estive de baixa com os fungos e não caiu com a segunda quimioterapia. Será que vai cair com esta? Seja como fôr os meus irmãos já me alcunham com grande ternura a "minha querida carequinha".

Estou muito grata à ciência que vai evoluindo e que agora sabe tantas mais coisas do que há meia dúzia de anos. Os meus pais dizem que para nós católicos nada disto é novidade. Sabemos que Deus nos deu o mandato de dominar a terra e tomar conta dela e usar a nossa inteligência para o fazer. Os grandes teólogos sempre disseram que a fé se alicerça na razão e na lei natural embora depois nos fale de uma realidade que nos ultrapassa. Se nos tivéssemos esquecido disso, o nosso Papa tem-no repetido regularmente e entre outras coisas era disso que ia falar na Universidade de Roma La Sapienza, fundada pelo Papa Bonifácio VIII em 1303. "O perigo do mundo ocidental, para falar apenas neste, é que hoje o homem, justamente em razão da grandeza do seu poder e do seu saber, capitule perante a questão da verdade" e que a razão "ceda à pressão dos interesses e à tentação da utilidade erigida como critério supremo", alerta o Papa. Vivemos numa época um pouco esquizofrénica enquanto quem percebe pouco dos assuntos pode falar quanto quiser e se arroga legitimidades que não tem, outros que verdadeiramente meditam sobre as coisas e são conhecedores profundos desses temas são impedidos de falar, em nome de uma liberdade que cada vez é mais fundamentalista e sectária e menos real e verdadeira.

---

At the beginning of this week, I finished my third chemotherapy which went well and I was sent home to wait for the 'collateral damage'. On tuesday the 15th I had another therapeutic lumbar punction without general anesthesia, which I may say, was not great fun... Friday I had a blood test to check on my clinical status: 97000 platelets, haemoglobin at 9, 2200 neutrofiles. I don't really understand much about all this but my parents told me to relax because it's good news. I am glad. But my doctors who know everything changes very fast at this stage have asked me back for more tests tomorrow monday the 21st. They are very careful and although I do not have fever at this point they do not ease their vigilance.

If everything goes according to plan I still have two more chemotherapy sessions (about a 5 week span for each) before we move on to an easier pace.

Every day I am home is a plus and if I could be home with my family for part of this 'isolation' it would be great. Strangely enough my hair, which started to grow while I was down with the fungi, did not fall with the second chemo. Will it fall with this one? Be as it may, my siblings have nicknamed me with great tenderness 'my dear baldie'.

I am very grateful to science for its advances and for it having evolved so much is the past few years. My parents say that to us Catholics this is not new. We know that God gave us the mandate to rule the earth and steward over it using our intelligence to do so. The great theologians always said that faith is grounded on reason and natural law although it eventually tells us about a reality that goes beyond our grasp. Should we have forgotten that, our Pope has repeated it regularly and among other topics, that was part of his talk at the Roman University La Sapienza, created in 1303 by Pope Boniface VIII. "The danger for the western world, to mention just this one, is that nowadays, precisely because of the greatness of his power and knowledge, Man capitulate in the matter of truth" and that reason "yield to the pressures of interests and the temptation of utility erected as supreme criterion" warns the Pope. We live in quite schizofrenic times when those who know little about a topic can say all they want and claim for themselves a legitimacy they don't have, while those who are truly knowledgeable and have profoundly meditated the subjects are forbidden to speak out on behalf of a liberty that has become sectarian and fundamentalist instead of real and true.

1 comentário:

ecocard casinos disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.